top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Safra de inverno no RS deve ser 12,8% menor neste ano de 2023


A produção do trigo tem uma projeção de queda de 14% (Foto: Divulgação / Emater-RS)

Depois da colheita recorde na temporada passada, a produção gaúcha de trigo, aveia, cevada e canola deve recuar 12,8% em relação ao último ciclo, influenciada, também, pelo fenômeno El Niño, que provoca chuvas em excesso. De acordo com a Estimativa Inicial da Safra de Inverno 20023, apresentada na tarde desta quinta-feira (15) pela Emater, a produção estimada é de 5.625.889 toneladas, envolvendo trigo, aveia branca grãos, cevada e canola, ou seja, 12,81% inferior à safra passada, considerada a maior da história do Estado, com 6.452.337 toneladas.


No levantamento, realizado em maio, em 382 municípios gaúchos produtores de trigo, a produção do cereal projeta uma redução de 14%, passando de 5.288.030 toneladas obtidas na safra 2022 para 4.548.934 toneladas previstas para este ano. Com uma área a ser cultivada de 1.505.704 hectares (-1,5% em relação ao ano anterior), o trigo deve atingir uma produtividade média de 3.021 kg/ha, ou -12,6% em relação à anterior, que foi de 3.459 kg/ha.


Na aveia branca grãos, foram pesquisados 263 municípios produtores, o que representa 97,4% sobre o total da área cultivada. Nos 365.081 hectares previstos para esta safra (1,4% superior aos 360.139 hectares em 2022), a Emater/RS-Ascar projeta uma produção de 854.401 toneladas, o que representa -6,4% em relação à safra anterior, que foi de 913.021 toneladas, obtidas a partir de uma produtividade média de 2.535 kg/ha. Para este ano, a produtividade média estimada para o Estado é de 2.340 kg/ha, -7,7% em relação à média anterior.


A cevada nesta Safra de Inverno no RS será cultivada numa área de 35.899 hectares, ou seja, -14,5% em relação à área anterior, que foi de 41.988 hectares. A produtividade esperada também é menor, passando de 3.397 kg/ha em 2022 para 3.144 kg/ha neste ano, uma diferença de -7,4%. Isso projeta uma produção -20,9% menor, de 112.877 toneladas, se comparada com a safra passada, de 1423.644 toneladas. O levantamento foi feito em 152 municípios gaúchos produtores de cevada, que representam 93,1% sobre o total da área cultivada.


Na canola, a área a ser cultivada no Estado será 18,4% maior nesta safra, passando de 56.786 hectares em 2022 para 67.219 hectares em 2023. A produção prevista para este ano é de 109.677 toneladas, 1% maior do que a produção de canola em 2022, que foi de 108.642 toneladas. Apesar dessas estimativas positivas, a produtividade prevista é de 1.632 kg/ha, ou seja, -14,7% se comparada com a do ano passado, que foi de 1.913 kg/ha. A pesquisa de intenção de plantio foi realizada em 175 municípios gaúchos, 96,6% do total da área cultivada.


De acordo com o meteorologista da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), Flávio Varone, que também participou da apresentação das estimativas iniciais da Safra de Inverno 2023, “altos volumes de chuva estão previstos para o segundo semestre deste ano, a exemplo das safras de 2015 e 2016, que causou danos e prejuízos, com cheias e inundações”. O quadro previsto pode causar prejuízos para as lavouras de inverno, especialmente no fim do ciclo e durante a colheita, podendo inclusive atrasar o início do plantio das culturas de verão.


A safra em números


Estimativa inicial da Emater para a produção de inverno em 2023 (comparação com 2022)


Trigo


Área: 1.505.704 hectares (-1,5%)

Produção: 4.548.934 toneladas (-14%)

Produtividade: 3.021 kg/ha (-12,6%)


Aveia


Área: 365.081 hectares (+1,4%)

Produção: 854.401 toneladas (-6,4%)

Produtividade: 2.348 kg/ha (-7,7%)


Canola


Área: 67.219 hectares (+18,4%)

Produção: 109.677 toneladas (+1%)

Produtividade: 1.632 kg/ha (-14,7%)


Cevada


Área: 35.899 hectares (-14,5%)

Produção: 112.877 toneladas (-20,9%)

Produtividade: 3.144 kg/ha (-7,4%)


Fonte: Governo do RS e GZH

61 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page