redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
banner-hanauer-PO.png
viatec.png
rm-energia.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
peixoto_instaladora.png
mecaninca jaime 1000x250.jpg
sicredi.jpg
WS ESCAVAÇÕES 1000x250.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Governador de Misiones anuncia abertura da fronteira; travessia em Porto Soberbo deve ser retomada


O governador da província de Misiones, na Argentina, Oscar Herrera Ahuada, anunciou nesta quarta-feira (2), por meio de sua conta no Twitter, a abertura das travessias entre Argentina e Brasil nos portos de Alba Posse/Porto Mauá, Puerto El Soberbio/Porto Soberbo e San Javier/Porto Xavier.

Ao todo, cinco postos fronteiriços com o Brasil foram abertos. Além das três travessias no território gaúcho, foram liberadas as passagens também entre San Antonio/Santo Antônio do Sudoeste, no Paraná; e San Pedro/São Miguel do Oeste, em Santa Catarina. Segundo o governador de Misiones, a fronteira deve estar aberta a partir do próximo sábado (5).

As liberações foram viabilizadas através da ampliação dos Corredores Seguros por parte do Governo da Argentina. “Com gestão, esforço, compreensão de bom senso e trabalho, conseguimos abrir as travessias internacionais de San Pedro, El Soberbio, San Javier e Alba Posse. Obrigado ministro Juan Manzur pela resposta”, publicou Oscar Herrera Ahuada no Twitter.

A reportagem da Rádio Alto Uruguai buscou informações sobre a travessia da balsa em Porto Soberbo, Tiradentes do Sul, no início da manhã desta quinta-feira (3). A empresa responsável pelo serviço informou que aguarda a confirmação oficial da Marinha da Argentina, no entanto, já estão sendo encaminhados os trâmites burocráticos envolvendo documentação.

Ainda não está confirmada a retomada da travessia já a partir do próximo sábado, em Tiradentes do Sul, mas a expectativa é de que nos próximos dias o serviço seja normalizado. A travessia entre Brasil e Argentina, pelo rio Uruguai, está fechada desde março de 2020 devido aos protocolos sanitários de prevenção à Covid-19.

Protocolos que devem ser exigidos

A província de Misiones estabeleceu como protocolo sanitário que a liberação da travessia fica condicionada a uma cota de até 8 mil internações diárias por conta da Covid-19. Brasileiros, uruguaios, paraguaios, bolivianos e chilenos que estiverem completamente vacinados podem entrar na Argentina sem testes de Covid-19.

O viajante deverá apresentar às autoridades argentinas um comprovante de vacinação com o esquema vacinal completo (duas doses ou dose única) há ao menos duas semanas. A partir de agora, cidadãos de países da região têm o mesmo tratamento que os argentinos.

O novo protocolo também permite a entrada de não vacinados total ou parcialmente, desde que obtenham uma “exceção de vacinação”, apresentem testes e façam quarentena. Fonte: Rádio Alto Uruguai - Com informações do portal El Territorio


Foto: MB Notícias - Marcos Benites

817 visualizações0 comentário