top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Sobe para 21 número de vítimas do ciclone extratropical no RS, confirma governador


O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, confirmou 21 mortes pela passagem do ciclone extratropical que atingiu o estado na segunda-feira (4). Desse total, 15 óbitos ocorreram apenas na cidade de Muçum, na região central do Estado.


De acordo com a Defesa Civil estadual, o Corpo de Bombeiros encontrou 15 corpos ao vistoria uma casa nesta terça-feira (5).Outras seis mortes foram confirmadas entre segunda (4) e esta terça, em cidades do Norte do RS.


Mais de 85% da cidade de Muçum foi atingida pelas águas. Em razão do nível do rio que abrange a região, moradores precisaram ser resgatados em cima de telhados e forros das casas. O nível da água atingiu o centro da cidade, alagando residências, escolas, estabelecimentos comerciais e hospitais.


Por questões de segurança, a energia elétrica do município foi cortada. De acordo com a prefeitura, também não há sinal de telefone. O município possui quatro acessos por estradas e todos estão interditados.


Um trecho da ponte Rodoferroviária Brochado da Rocha, que conecta o município a Roca Sales, através da ERS-129, foi arrastado pelas águas do Rio Taquari, durante a manhã desta terça-feira. A estrutura destinada aos veículos foi levada, enquanto a parte utilizada pelos trens, não foi impactada. Conforme a prefeitura de Muçum, o nível do Rio Taquari está baixando, mas a orientação é de que a população procure mantimentos para as próximas 72h.


Os alagamentos e estragos por conta das fortes chuvas afetaram mais de 50 cidades. Foram registradas fortes rajadas de vento, aumento do nível dos rios.


Passagem do ciclone no RS

21 mortos

426 desabrigados

55 cidades afetadas

Morte durante resgate


O governador informou, no início da tarde, que a sexta morte foi confirmada em decorrência da enchente. Foi um acidente durante um resgate que se realizava em Lajeado, sobre o Rio Taquari. O cabo no qual um policial militar resgatava um idosa se rompeu e ambos caíram no rio. A idosa não resistiu e o PM foi resgatado em estado grave para um hospital da região.


Fonte: g1RS

Foto: divulgação


Comentarios


bottom of page