top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Quem é o youtuber que causou pânico com falso assalto e acabou preso em Balneário Camboriú

Homem de 28 anos gravava cena com armas de airsoft na cidade

Youtuber acabou preso em flagrante após simular assalto (Foto: Instagram/@jonatansantosyt/Reprodução)

O youtuber que acabou preso na noite desta quarta-feira (18) ao simular um assalto em via pública em em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, é Jonatan Santos, de 28 anos. O catarinense detido tem 3,5 milhões de inscritos em seu canal no YouTube e atua como influenciador digital.


Em seu canal no YouTube, lançado em 2014, o morador de Balneário Camboriú publica conteúdos humorísticos mostrando experiências do cotidiano. Em publicação mais recente, da última terça (17) e com cerca de 158 mil curtidas, ele aparece fazendo uma trilha com amigos em cima de motocicletas.


Cerca de 310 mil seguidores também acompanham o influenciador no Instagram. Nas postagens, há carros luxuosos, registros de passeios e fotos com a companheira, a também youtuber e influenciadora Jana Moura, que tem 220 mil inscritos na rede dedicada aos vídeos. Falso assalto mobiliza até aeronave

Na ocasião que motivou sua prisão, Jonatan gravava uma cena com armas de airsoft próximo a um clube de tiro em Balneário Camboriú simulando um assalto, sem autorização dos órgãos públicos para isso.


Assustados, moradores do bairro Nova Esperança acionaram então a Polícia Militar, que deslocou todas as viaturas e motocicletas policiais do 12° batalhão, bem como uma aeronave, para realizar um cerco. Conforme a ligação, os homens teriam fugido em uma caminhonete após a ação. Depois de aproximadamente meia hora de buscas, o veículo foi encontrado estacionado em uma casa no mesmo bairro. Segundo a PM, o trabalho também contou com mobilização de equipes de Itapema e Itajaí, na mesma região, que chegaram a fazer barreiras na BR-101. Segundo a polícia, equipes "cruzaram sinais vermelhos, trafegaram pela contra mão e excederam o limite de velocidade para encontrá-lo".


O youtuber foi preso em flagrante por suspeita de atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública. Ele também foi detido com base no artigo 41 da Lei de Contravenções Penais, que fala sobre "praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto".


Segundo a Polícia Civil, o homem se apresentou à delegacia na presença do advogado e ficou em silêncio durante o interrogatório. Em nota publicada nas redes sociais, a defesa do youtuber informou que "todas as medidas necessárias já estão sendo tomadas e, em breve, tudo será esclarecido". Ao g1 SC, ela disse que divulgará uma nova manifestação oficial nesta quinta (19).


Fonte: NSC Total

Opmerkingen


bottom of page