redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
banner-hanauer-PO.png
viatec.png
rm-energia.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
peixoto_instaladora.png
mecaninca jaime 1000x250.jpg
sicredi.jpg
WS ESCAVAÇÕES 1000x250.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Petrobras sobe preço dos combustíveis em até 24%


Após 57 dias a Petrobras fará ajustes nos preços de gasolina e diesel nas refinarias, ou seja, para as distribuidoras. A alta chega a 24,93% e vale a partir de amanhã. O GLP também vai subir, após 152 dias.

A Petrobras vai reajustar em 18,7% o preço da gasolina e em 24,9% o diesel. A companhia também vai elevar, em 16%, o preço do GLP. Em nota, a Petrobras disse que esse movimento "vai no mesmo sentido de outros fornecedores de combustíveis no Brasil que já promoveram ajustes nos seus preços de venda". A partir de amanhã, o preço médio de venda da Petrobras nas refinarias será

  • Gasolina: passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, avanço de 18,77%.

  • Diesel: passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, avanço de 24,9%.

  • GLP: passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 0,62 por kg, alta de 16,06%.

A Petrobras vinha sendo pressionada pelo governo a não elevar os preços, diante da escalada da cotação do petróleo com a guerra na Ucrânia. O governo estudava o congelamento de preços para evitar o impacto da alta dos combustíveis na população.

Em dezembro de 2020, a gasolina era vendida nas refinarias por R$ 1,83 o litro. Com a alta anunciada hoje, o preço mais que dobra em pouco mais de um ano, com impacto na inflação. Fonte: IG

618 visualizações0 comentário