top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Morre Pedro Schwengber, fundador da Escola do Chimarrão

Em agosto de 2019 Pedro Schwengber esteve em Tenente Portela. Veja vídeo mais abaixo!

Divulgação

Morreu nesta terça-feira (30), aos 71 anos, Pedro Schwengber, fundador da Escola do Chimarrão, projeto criado para difundir a bebida típica do Rio Grande do Sul. Schwengber morreu em Venâncio Aires, a cerca de 130 km de Porto Alegre. As causas da morte não foram informadas. Ele deixa dois filhos.


O velório deve ser realizado na Câmara de Veadores de Venâncio Aires a partir das 7h desta quarta-feira (31), com cerimônia fúnebre marcada para as 15h. Em seguida, o corpo deve ser sepultado no Cemitério Municipal.


A ONG Instituto Escola do Chimarrão foi fundada em 2004, após cerca de seis anos de atuação de Pedro Schwengber na divulgação da cultura do chimarrão em eventos no RS e outros estados. De acordo com o criador, a escola foi criada com o objetivo de difundir e estimular o hábito do chimarrão, ampliando seu consumo e beneficiando a cadeia produtiva da erva-mate.


Por meio de viagens pelo RS, outros estados e até mesmo outros países, a Escola do Chimarrão ensinava a preparar a bebida. De acordo com o instituto, havia 36 formas de preparar o chimarrão, sendo uma delas em apenas 11 segundos. Muitos desses eventos eram realizados por meio de viagens em um ônibus da Escola do Chimarrão, que era marca registrada do projeto.


Em 2016, Schwengber recebeu a Medalha do Mérito Farroupilha da Assembleia Legislativa do RS. "A Escola do Chimarrão foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida", disse o empresário durante a solenidade. Em suas redes sociais, o governador Eduardo Leite se disse "chocado com a morte" e disse que havia encontrado Schwengber em um evento realizado na segunda-feira (29). "Ainda ontem o encontrei em evento em Rio Grande, atento e gentil como sempre. Um dedicado promotor da nossa cultura. Meus sentimentos a família e amigos", completou o governador.

A prefeitura de Venâncio Aires, cidade de que Schwengber era considerado embaixador, também divulgou nota, em que decreta luto oficial de três dias e afirma que o empresário era "personagem inesquecível da história do nosso município". Leia a nota completa abaixo. "Uma triste notícia deixa Venâncio Aires de luto.... Partiu nosso Embaixador, Pedro Schwengber. Inesperadamente, o Pedrão, como todos o conheciam, deixa esse rincão para matear em outras querências. Foi ensinar São Pedro a preparar o chimarrão em 11 segundos e também os outros 36 tipos da nossa bebida preferida.... Ficamos por aqui, com orgulho do tamanho do Rio Grande, desse personagem inesquecível da história do nosso município... ⬛ Luto Oficial de três dias na Capital do Chimarrão... Descansa em paz, querido Pedro Schwengber e muito obrigado por ter levado Venâncio Aires a tantos lugares desse mundão!" Fonte: G1 - RS


Comments


bottom of page