top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Lideranças buscam linhas de crédito no BNDES para reconstrução da Mais Frango, de Miraguaí

Uma audiência com a direção do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) tratou, nesta terça-feira (16), da liberação de crédito para a reconstrução do Frigorífico Mais Frango, empreendimento de Miraguaí que teve mais de 95% do seu parque fabril consumido por um incêndio em dezembro do ano passado. A agenda aconteceu na sede do banco, no Rio de Janeiro (RJ), e foi articulada pelo presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto; e pelo deputado estadual Adão Pretto Filho (PT), que são naturais do município situado na região Celeiro do Rio Grande do Sul.


O objetivo da reunião, que contou com a participação do presidente Aloizio Mercadante, além de diretores do BNDES, foi buscar soluções via linhas de créditos e demais políticas do banco para reconstruir o abatedouro de aves e retomar a economia local, já que a Mais Frango gera cerca de 1.300 empregos diretos, sendo a principal empresa criadora de postos de trabalho no município e na região.


Na ocasião, os diretores ouviram relatos sobre a importância da Mais Frango para a região Celeiro e o estado gaúcho, e também sobre os prejuízos causados pelo incêndio. Eles informaram que o frigorífico precisa estar habilitado para ter acesso às linhas de crédito do BNDES. Enquanto isso, foi definido que as diretorias do banco e da Mais Frango vão analisar quais são as melhores linhas para acesso e reconstrução do empreendimento.


“O primeiro passo é a Mais Frango se credenciar junto ao BNDES para poder fazer qualquer tipo de operacionalização. Paralelo a isso, a direção da empresa e a assessoria do banco vão trabalhar coletivamente para encontrar o melhor financiamento, com a menor taxa de juro possível. O governo federal fará a sua contribuição para que a Mais Frango volte a funcionar, a gerar emprego e renda e a movimentar a economia de Miraguaí e da região Celeiro”, destacou o presidente da Conab, Edegar Pretto.


O deputado Adão Pretto Filho reforça que a Mais Frango cumpre um papel social e econômico fundamental para toda a região Celeiro. Ele avalia como positiva a reunião. “Estou com muita esperança de que logo poderemos anunciar a viabilização desse crédito, que é tão importante para reconstruir o frigorífico e colocar à ativa a economia da região”, disse.


A reunião também contou com a participação do sócio proprietário do frigorífico, Adelir Weissheimer; do secretário de Trabalho e Desenvolvimento Profissional do RS, Gilmar Sossella; do presidente da Amuceleiro e prefeito de Barra do Guarita, Rodrigo Locatelli Tissot, trabalhadores da Mais Frango e de organizações sociais.


Foto: Antonio Neto/Conab

Fonte: Rádio Alto Uruguai

Kommentare


bottom of page