top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Empresários são suspeitos de ordenar execuções de quem prejudicasse esquema de tráfico no RS e SC

A Polícia Civil prendeu no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, na manhã desta terça-feira (29), 51 pessoas durante uma operação contra uma organização criminosa suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas e com execuções de quem prejudicasse o esquema nos dois estados.


No total, a ação ocorre em 18 cidades, 14 são no RS e quatro em SC (saiba mais abaixo). Automóveis de luxo, armas de gogo, drogas e celulares foram apreendidos. Houve, também, o bloqueio de contas bancárias.


De acordo com o delegado Rafael Liedtke, responsável pela ação, dois irmãos, que são empresários, chefiam o esquema e foram presos em Torres, no Litoral do RS, além de um advogado.


"A dupla teria negócios nas áreas do comércio de imóveis, de gastronomia, e usava um apenado do sistema prisional para repassar ordens a traficantes", diz o delegado Liedtke.


O apenado está preso na Penitenciária


Modulada Estadual de Montenegro. A Polícia Civil descobriu trocas de mensagens entre os irmãos e ele em que a dupla ordenava a execução de pessoas que, de alguma forma, prejudicassem o tráfico ou não adquirissem drogas deles.


"A gente está em investigação desde junho do ano passado. Fizemos uma apreensão na Modulada de Montenegro, onde descobrimos que esse detento é subordinado aos irmãos. Eles queriam o monopólio. Quem não comprasse deles ou concorresse com eles, seria morto", conta o delegado Liedtke.


Já o advogado dava apoio aos criminosos. Na casa dele, a Polícia Civil encontrou oito armas de fogo, que foram apreendidas. A investigação indica que o local era usado para guardar o armamento.


A operação


A operação ocorre em Torres, Mampituba, Três Cachoeiras, Morrinhos do Sul, Capão da Canoa, no Litoral Norte; além de Porto Alegre, Cachoeirinha, Viamão, Alvorada, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha, na Região Metropolitana; e Lajeado, a 116 km de Porto Alegre.


Em Santa Catarina, as ordens judiciais ocorrem em Passo de Torres, Praia Grande, São João do Sul e Araranguá.


Fonte: g1/RS

Foto: Polícia Civil/Divulgação

457 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page