top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Corsan qualifica infraestrutura de abastecimento de água na região


Divulgação

Com foco na prevenção de interrupções do abastecimento de água à população da região das Missões, a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) acaba de entregar duas intervenções nos sistemas de Cruz Alta e Miraguaí, além de trabalhar em obras, já em fase final, em Tenente Portela. De acordo com o superintendente Regional da Companhia, João Batista Corim da Rosa, são iniciativas que visam “garantir o acesso contínuo e seguro à água potável para a população, reafirmando nosso compromisso com a comunidade e o desenvolvimento sustentável dos municípios”.


Em Cruz Alta, 25 mil economias ativas, entre residências e estabelecimentos comerciais, são beneficiadas com o início da operação de um novo motor elétrico WEG de 750 cv, recém instalado na captação da Estação de Tratamento de Água (ETA) da cidade, junto ao Lajeado da Cruz. Com o novo equipamento, a Companhia prevê fortalecer o sistema de abastecimento e evitar interrupções recorrentes e prolongadas no fornecimento de água. Cotado em cerca de meio milhão de reais, “trata-se de um investimento decisivo para atender à crescente demanda de água no município”, explica Corim.


A Corsan também concluiu os serviços de perfuração de novo poço no Distrito de Irapuá, município de Miraguaí. A perfuração atingiu 150 metros e a vazão da calha alcança 19 mil litros por hora, performance que ainda aguarda confirmação dos testes de bombeamento que serão realizados nos próximos dias. Este é o segundo local perfurado este ano, já que na primeira tentativa a vazão foi insuficiente para solucionar o problema de abastecimento do distrito onde está localizada uma das maiores reservas indígenas da região (Kaingang). “O município, que é abastecido por oito poços, teve sua produção comprometida diante da estiagem que castigou a região. Estamos atentos a essas dificuldades e dedicando todos os esforços para oferecer mais qualidade de vida aos moradores”, explica o superintendente João Corim. O Distrito possui 195 imóveis conectados à rede de abastecimento de água, sendo que oito ligações pertencem à comunidade indígena.


Já em Tenente Portela, a Corsan está em fase final das obras do novo reservatório elevado, já interligado ao sistema de abastecimento, que vai duplicar a capacidade de reservação de água no município, alcançando 500 mil litros. Neste domingo (30), a Companhia realizará os primeiros testes de eficiência da estrutura após encher o reservatório e prepará-lo para a entrada definitiva em operação, prevista já para a primeira semana de agosto. O reservatório anterior, construído na década de 60, não era mais suficiente para suprir a demanda das cerca de 4,5 mil economias atendidas pela Companhia no município.


NOVA CORSAN – A Aegea Saneamento, nova controladora da Corsan, assumiu a administração da Companhia em 7 de julho. O investimento anunciado pela empresa ao funcionamento e qualificação da infraestrutura de abastecimento de água e expansão do sistema de esgotamento sanitário nas 317 cidades atendidas é de R$ 1,5 bilhão ao ano, totalizando R$ 15 bi até 2033, prazo estabelecido por lei federal para a universalização dos serviços de saneamento no Brasil.


De acordo com Leandro Marin, vice-presidente de Operações do Grupo Aegea, “o principal investimento a ser feito no RS diz respeito aos problemas relacionados à falta de cobertura da rede de esgotamento sanitário, mas também o combate à insegurança hídrica e seus impactos, como a falta d´água, a intermitência do abastecimento e outros problemas crônicos de diversas regiões do Estado”, destaca.




Fonte: ASCOM

787 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page