top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Com óbito confirmado em Jaboticaba, chega a 15 o número de mortes por dengue no RS em 2022


O Rio Grande do Sul registrou mais duas mortes causadas por dengue em 2022, chegando a um total de 15. O governo do estado sinaliza que 19.159 casos da doença já foram confirmados.


As mortes mais recentes aconteceram nas cidades de Jaboticaba, no Norte do estado, e em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Com isso, cada um desses municípios registra duas mortes este ano.


As outras mortes foram nas seguintes cidades: Rondinha, Sapucaia do Sul, Cachoeira do Sul, Lajeado, Chapada, Cristal do Sul, Igrejinha, Dois Irmãos, Boa Vista do Buricá, cada uma com uma morte, e Horizontina (2), com duas.


O índice anterior, de 13, já era recorde histórico. No ano passado, o Rio Grande do Sul registrou um total de 11 óbitos pela doença. Em 2020, foram seis e, anteriormente, o estado passou anos com a doença considerada erradicada.


O número de casos contraídos dentro do estado, chamados de autóctones, também é o maior em um ano. Até o momento, mais de 400 municípios gaúchos foram considerados infestados pelo mosquito Aedes aegypti. É o maior número na série histórica do monitoramento, realizado desde 2000.


A SES decretou no dia 27 alerta máximo contra a doença. Com o expressivo número de casos e a larga distribuição do mosquito, a Secretaria da Saúde reforça a necessidade de medidas de prevenção, principalmente a eliminação de locais com água parada, que servem de pontos para o desenvolvimento das larvas do mosquito. Essa proliferação acontece em maior volume nesta época do ano, que alia temperaturas altas com chuvas mais recorrentes.


Fonte: G1

Foto: Getty Imges



233 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page