redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
banner-hanauer-PO.png
viatec.png
rm-energia.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
peixoto_instaladora.png
mecaninca jaime 1000x250.jpg
sicredi.jpg
WS ESCAVAÇÕES 1000x250.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Caminhoneiro de Palmitinho passa por momentos de terror no interior Paulista


Um caminhoneiro, morador do Município de Palmitinho, passou momentos de terror sob as ordens de assaltantes no Estado de São Paulo. Juliano Bisognin contou à reportagem do Grupo Chiru, que faria o trajeto entre a cidade de Luz, Estado de Minas Gerais e Porto Alegre-RS, para a entrega de uma carga de Lasanhas e Pão de Queijo avaliada em R$300mil. Por volta das 2horas de hoje, já no norte paulista, ele foi surpreendido por quatro bandidos, que armados, solicitaram que o motorista estacionasse o veículo as margens da rodovia.


“Como o caminhão estava pesado e o trecho era uma subida demorou um pouco para parar e com isso eles me atacaram com pedradas e disparos de arma de fogo”, contou o motorista. “Foram momento de pânico, permaneci a todo o momento com uma arma apontada para mim”, comentou. Conforme os relatos do caminhoneiro os bandidos entraram na cabine do caminhão e o amarraram no banco traseiro, não conseguindo arrancar com o veículo eles fizeram com que ele próprio dirigisse. “Eles diziam a todo o tempo que iriam me matar”, contou.


Após um curto período na estrada, Juliano foi obrigado a manobrar o caminhão e de ré entrar numa estrada abandonada, onde possivelmente a carga seria roubada. Os bandidos então arrombaram o baú – que é lacrado no momento do carregamento – e começaram a descer os palhetes com o carregamento. “Como eu me mostrei tranquilo os bandidos começaram a se acalmar”, disse Juliano.


Após 50 minutos, os ladrões abandonaram a ação e o caminhoneiro conseguiu pedir ajuda através do Rádio para colegas que passavam pelo mesmo local. Ele foi encaminhado até a sede da empresa que administra a rodovia e de lá ao Posto da Polícia Rodoviária Federal que já havia sido comunicada sobre o assalto.


Diante do susto, Juliano Bisognin está bem, apenas com algumas escoriações pelos braços devido ao momento em que foi amarrado dentro do próprio caminhão. Na manhã de quinta-feira (10) ele efetuou registro policial e foi escoltado até o destino final da carga.


Fonte: Grupo Chiru

Foto: Divulgação


1.960 visualizações0 comentário