top of page
cresol.jpg
IPTU 2024 - BANER PORTEL ON LINE.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg
oeste pneus.jpg

Cachorro resgatado pelo batalhão ambiental segue se recuperando em Três Passos

O cão da raça pastor alemão, resgatado por policiais militares do 3º Batalhão Ambiental da Brigada Militar (BABM), em Três Passos, no dia 16 de fevereiro, segue internado em uma clínica veterinária da cidade, se recuperando das lesões e das péssimas condições que enfrentava até poucas semanas atrás. Para a realização dos procedimentos médicos necessários, ele teve sua pelagem raspada.


De acordo com informações que a nossa reportagem conseguiu com o batalhão ambiental, assim que o animal estiver em condições e recuperado, poderá ser adotado. Já há procura por informações e desejo de adotar o cachorro.


Um boletim de ocorrência por maus tratos foi registrado contra a tutora que abandonou o cachorro na cidade, sendo devidamente identificada. Ela está residindo em outra cidade e abandonou o animal, após causar graves lesões.


Relembre o caso


O resgate aconteceu após os policiais militares receberem a ligação de uma moradora de Três Passos. Em diligências na residência indicada, foi localizado o cão, de porte grande. O animal exalava mau cheiro e apresentava miíase – doença causada pela presença de larvas de moscas em órgãos e tecidos. Além da infestação de parasitas, o cão estava muito debilitado e extremamente magro.


A mulher que fez a denúncia informou que havia alugado a casa e, no dia 11 de fevereiro, a inquilina havia saído. Porém, antes de deixar o local, a locatária e seu companheiro teriam espancado o cão com uma barra de ferro, com a intensão de matar o animal, deixando-o ferido e abandonado na residência.


A equipe do 3º BABM resgatou o cão e encaminhou para uma clínica veterinária. A médica veterinária informou que, em um primeiro momento, retirou 80% dos parasitas, porém, devido à grande quantidade, as larvas já haviam atingido a uretra do animal, necessitando de medicação intravenosa para eliminá-los.


A responsável/ tutora do cão foi identificada e encontra-se residindo em outra cidade. Um boletim de ocorrência policial foi lavrado e a mulher responderá pelo crime de maus-tratos.


Fonte: Rádio Alto Uruguai

Foto: 3° BABM

166 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page