BANER PORTELA ONLINE NEGÓCIOS DAQUI.jpg
BANER PORTELA ONLINE 67 ANOS.jpg
redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
viatec.png
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Entra no grupo e receba as notícias do Portela Online - Clique aqui

whatsapp-logo-1.png

Cão é jogado dentro de churrasqueira acesa em Cotiporã


A crueldade do ser humano (se é que pode ser chamado assim um ser desses) com os animais realmente não tem limites. Na semana passada, um ato cruel revoltou a comunidade do pequeno município de Cotiporã. Um homem jogou um cão dentro de uma churrasqueira acesa. O animal está em estado grave e sofreu diversas queimaduras, sendo tratado em uma clínica em Veranópolis. Uma campanha para ajudar a salvá-lo foi montado pela ONG.


O fato ocorreu ainda na noite de segunda-feira dia 11 de abril, quando um morador, incomodado com os latidos do animal, teria acendido a churrasqueira e o colocado em meio às chamas e brasas. O cão foi resgatado após conseguir sair por conta própria do fogo, com diversas queimaduras espalhadas pelo corpo, inclusive uma que o fez perder um dos olhos. De acordo com o comandante do 3º Pelotão Ambiental da Brigada Militar, sargento Vanius Moraes de Souza, o suspeito já foi identificado e a Polícia Civil investiga os fatos. Ele responde em liberdade.


O caso veio à tona após conhecimento da ONG que repercute a ocorrência nas redes sociais e pede justiça ao responsável. Segundo a presidente da entidade, Andressa Bassani, o estado de saúde de Negão, como tem sido chamado o cachorro, é delicado.


— É de alta gravidade, todas as queimaduras são de terceiro grau e como atingiram também a boca, ele precisa ser alimentado e hidratado através de uma seringa —lamentou.


As doações para custear as despesas com o tratamento podem ser feitas através de Pix para a veterinária onde o cachorro está internado. Andressa pede que seja identificada a transferência com o nome de Negão.


O relato da crueldade foi feito pelos voluntários da Organização Não-Governamental (ONG) Sem Raça Definida, que lutam para salvar a vida do animal. O cão era comunitario e era cuidado pelos vizinhos do Loteamento Renovação. Irritado com os constantes latidos do cachorro, um homem, morador da Rua 25 de Julho, acendeu a churrasqueira, pegou o animal e o jogou dentro dela.


Mesmo queimado, o cão conseguiu pular de dentro da churrasqueira e fugir da casa do seu agressor. O animal sofreu diversas queimaduras espalhadas pelo corpo, inclusive uma que o fez perder um dos olhos. O caso veio à tona após conhecimento da ONG que repercute a ocorrência nas redes sociais e pede justiça ao responsável. Segundo a presidente da entidade, Andressa Bassani, o estado de saúde de Negão, como tem sido chamado o cachorro, é delicado.


A ONG Sem Raça Definida está fazendo uma campanha para arrecadar recursos e bancar o tratamento de Negão. Quem quiser ajudar, pode fazer um Pix de qualquer valor para o CNPJ 15.429.048-0001/97 (Molly’s Clínica Veterinária).


Autor do crime segue em liberdade


Apesar de toda a crueldade, o autor das queimaduras no cão Negão está em liberdade. Segundo as autoridades policiais, foi aberto um inquérito na Polícia Civil e o indivíduo vai responder por maus tratos.


Fonte: GZH

Foto: divulgação


589 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo