top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Três Passos tem preso no anto antidemocrático em Brasília


Atos terroristas em Brasília — Foto: Jornal Nacional/ Reprodução

Cinco pessoas do Rio Grande do Sul presas pela participação nos atos antidemocráticos que aconteceram no dia 8 de janeiro, em Brasília, tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. A decisão foi tomada na quarta-feira (18).


O g1 tentou contato com os citados mas, até a atualização mais recente desta reportagem, não conseguiu localizar as defesas de cada um. Outros três gaúchos da lista tiveram liberdade concedida. Veja a lista abaixo.


Ao todo, Alexandre de Moraes decidiu manter presas 354 pessoas envolvidas nos atos. Outras 220 pessoas obtiveram liberdade provisória, mas vão ter que obedecer a medidas cautelares. Foram analisados 574 casos entre terça-feira (17) e esta quarta-feira (18).

Preventiva:


Airton Dorlei Scherer, é de Horizontina, na Região Noroeste, e tem 44 anos. É MEI. Nas redes sociais, familiares fizeram postagens sobre a prisão dele. O g1 não localizou a defesa de Airton.

Ivett Maria Keller, de Santa Maria, na Região Central, tem 57 anos. Conforme perfil nas redes sociais, é sócia de uma revenda de semijoias. O g1 não localizou a defesa de Ivett.

Lucas Schwengber Wulf, natural de Santiago e morador de Três Passos. Tem 35 anos e é arquiteto. É casado e tem um filho. Chegou ao DF em 8 de janeiro em um ônibus que saiu de Santa Rosa. O g1 não localizou a defesa de Wulf.

Paulo Cichowski, de Pantano Grande, no Vale do Rio Pardo, tem 47 anos. Segundo comentários nas redes sociais, é conhecido como "Alemão". MEI, já trabalhou com varejo de móveis e eletrodomésticos. O g1 não localizou a defesa de Paulo.

Telmo José Reginatto, de Caxias do Sul, na Serra, tem 45 anos. Também MEI, trabalha com obras de alvenaria na região de Desvio Rizzo. O g1 não localizou a defesa de Telmo. Fonte: G1 - RS

389 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page