top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Tenente Portela decretará situação de emergência em razão das chuvas

As fortes chuvas desta quinta-feira, 02, provocaram consideráveis danos em estradas do interior de Tenente Portela. A infraestrutura viária está comprometida em grande parte do território e em algumas localidades o cenário se agravou devido aos estragos parciais ou totais em pontes, bueiros e pontilhões. A primeira medida de segurança anunciada ainda na quinta e válida para esta sexta-feira foi a suspensão das aulas em todas as escolas do Município.


Em função deste quadro, o Município decretará situação de emergência. A decisão foi confirmada na manhã desta sexta, 03, após reunião no Gabinete do Prefeito.


Rosemar Sala, ouviu os relatos de integrantes da Defesa Civil e das Secretarias de Assistência Social, de Desenvolvimento Rural, e de Políticas Estruturantes e Zeladoria. O encontro também contou com a participação de representantes da Emater/RS - Ascar. Um levantamento mais detalhado deverá ser feito nas próximas horas.


Conforme os registros dos órgãos governamentais, os danos provocados pelas chuvas são apenas materiais, no entanto, há registros de pessoas que estão isoladas. As cheias dos rios atingiram algumas moradias. Ao menos uma família, residente às margens do Rio Guarita, na localidade de Linha da Paz, teve que ser removida. Na cidade, duas famílias também precisaram deixar suas residências em razão do risco de desmoronamento.


Equipes da Prefeitura, com a participação do Corpo de Bombeiros Voluntários, interviram na desobstrução de estradas, em especial nas rodovias ERS 330 e na RSC 472. Nesta última, as águas do Rio Guarita pela primeira na história alcançaram o asfalto, obrigando a interdição total em trecho próximo a ponte na divisa com Palmitinho. O bloqueio ocorreu na noite desta quinta, sendo a rodovia liberada no final da madrugada.


Sala destaca que as equipes continuarão em alerta. A ordem é atacar os problemas mais críticos para restabelecer as condições de trafegabilidade. Alguns produtores de suínos e de aves relatam a dificuldade de acesso as propriedade o que pode comprometer a alimentação de animais. Esses casos estão entre as prioridade neste momento.


O prefeito lamentou mais esta ocorrência climática. Conforme ele, nos últimos 40 meses, este é o quinto decreto de emergência em decorrência de desastres naturais. “Felizmente, graças a Deus, não tivemos perdas humanas, e a nossa situação nem de perto lembra o cenário trágico e desolador de outras cidades gaúchas, a quem emprestamos a nossa solidariedade”, pontuou. “Contamos com a compreensão da comunidade. Teremos que novamente reconstruir pontes e recuperar estradas. Vamos superar mais este momento de adversidade”, finalizou.

Assessoria de Comunicação | Prefeitura de Tenente Portela

コメント


bottom of page