top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Rio confirma segundo óbito no Brasil pela varíola do macaco


Um homem de 33 anos e com comorbidades, iunternado em um hospital de Campos dos Goytacazes, se tornou a primeira vítima a morrer de varíola do macaco no estado do Rio de Janeiro, informou nesta segunda-feira a Secretaria Estadual de Saúde, confirmando o segundo óbito no país pela doença.


“Ele apresentava baixa imunidade e comorbidades, que agravaram o quadro da monkeypox (ou varíola do macaco). O paciente apresentou complicações e precisou ser transferido para leito de UTI no dia 19. O óbito aconteceu na manhã desta segunda-feira“, disse a secretaria em nota.


A Secretaria de Saúde da cidade de Campos monitora as pessoas que tiveram contato com o paciente e, até agora, nenhuma delas apresentou sinais ou sintomas de infecção pelo vírus, de acordo com a pasta estadual.


O Brasil registrou em 29 de julho a primeira morte pelo vírus monkeypox, de um paciente internado em um hospital de Minas Gerais, também com comorbidades.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a enfermidade uma emergência de saúde global, o nível mais alto de alerta. A doença, que se espalha através do contato próximo com um indivíduo infectado e com as feridas cheias de pus comuns à doença, raramente é letal.


No Brasil, foram registrados até o momento 4.493 casos confirmados de monkeypox. Outros 4.860 suspeitas seguem em investigação.


Fonte: R7

Foto: National Institute of Allergy and Infectious Diseases/Reprodução


24 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page