redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
banner-hanauer-PO.png
viatec.png
rm-energia.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
peixoto_instaladora.png
mecaninca jaime 1000x250.jpg
sicredi.jpg
WS ESCAVAÇÕES 1000x250.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Residência é alagada após deslizamento de barranco no interior de Humaitá


Parte de uma residência foi alagada após o deslizamento de um barranco na localidade de Herval Novo, no interior de Humaitá. O incidente ocorreu por volta das 4h30 de segunda-feira (4) na propriedade da família de Geovane Silva e Marilei Souza Bueno.


Segundo relato dos moradores, chovia forte no momento em que a água invadiu a casa. Dois quartos ficaram alagados. Os moradores relataram terem ficado assustados com o volume de água e terra que se aproximou da casa. Ao lado do barranco está sendo construída uma residência.


A propriedade vizinha, onde funciona um bar e balneário, também registrou alagamento por conta da enxurrada. Segundo relato dos vizinhos, o bar foi completamente inundado pela água e ficou repleto de lama. O rio Lajeado Grande e uma sanga passam nas proximidades.


Galpão de metalúrgica também sofre com alagamento


No perímetro urbano de Humaitá, há registro de pelo menos um ponto de alagamento durante a madrugada. O galpão da Metalúrgica Humaitense, situado às margens do trevo de acesso à cidade, foi inundado pela enxurrada por volta das 3h30. De acordo com relato dos proprietários, a água pluvial oriunda da Rua Osvaldo Dierings desceu pelo barranco que fica atrás do galpão.


Os proprietários contaram que conseguiram levantar os equipamentos a fim de evitar que fossem danificados. No entanto, alguns materiais como chapas metálicas e telhas de aluzinco foram danificados, bem como galões de tinta acabaram estragados. Os proprietários comentaram também que o trabalho de limpeza e organização após o ocorrido deve durar cerca de uma semana.



Fonte e fotos: Rádio Alto Uruguai

603 visualizações0 comentário