top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Rabiscos do Silêncio - Decisões do Pai


Estamos vivendo um tempo propício pra buscar o aperfeiçoamento da nossa fé por aquilo que tem garantias seguras de vida e dignidade com a esperança do caminho que nos conduz a luz. Essa luz é perceptível para quem sabe despojar-se das coisas perecíveis presentes neste mundo. Esse tempo é de Natal.

É um tempo muito especial, pois faz compreendermos as decisões de DEUS Pai, no seu filho e nosso irmão Jesus Cristo que está em nós para justificar a nossa motivação neste mundo. Sem essa motivação não teria sentido a existência de cada um de nós. Jesus Cristo é presente, passado e futuro da nossa dimensão espiritual, por isso que as gerações passam e se renovam, mas Jesus continua o mesmo.

Não existe e não existirá uma outra luz tão forte que nos faça ver a clarividência do amor de Deus Pai pela humanidade como Jesus Cristo. Ele nasceu, viveu, morreu e ressuscitou segundo as decisões da infinita bondade de Deus. Não veio pra satisfazer a sua própria vontade, mas foi sujeitado a justificar-se por nós trazendo-nos vida nova, como projeto da nossa própria salvação.

Mas Jesus Cristo sendo esse filho que foi gerado segundo o Espirito Santo teve a participação dos seus pais paternos: Maria e José, sem o “sim” de Maria nós não poderíamos ser justificados com a transcendência da vontade de Deus no Espirito Santo, portanto, Maria foi a primeira pessoa que recebeu a clarividência do Espirito, pois gerou através do Espírito Santo aquele que após sua ressurreição enviou-nos o mesmo espírito que dá vida nova para a humanidade.

Por isso nós também somos portadores do Espirito Santo, pois foi uma decisão de Deus Pai que fôssemos agraciados pelos dons do espírito que esclarece, ilumina, ajudando-nos nas decisões que precisamos tomar na vida. Sentir essa presença no nosso cotidiano nos dá segurança, motiva e nos deixa ativos, pois é algo que transcende a nossa posição terrena.

É necessário compreendermos a vontade de Deus Pai em nossa vida. Não esbanjar do tempo que possuímos com a vida pra amar, perdoar, acolher e se respeitar, assim como aconteceu com Maria e José, os quais não se apavoraram com tudo o que tiveram que passar com Jesus, mas procuraram compreender as manifestações contrárias à vontade de Deus que eram cercadas por muitos perigos, como o Rei Erodes que se envaideceu e se posicionou contrário ao seu nascimento, agindo com violência contra todas as crianças da época.

E Deus é um Pai muito presente em nós, está sempre nos comunicando coisas boas e que dão sentido a nossa existência essa comunicação podemos sentir quando nasce uma criança. Tudo se renova e a paz acontece de maneira muito simples, objetiva e suave, pois as crianças são luzes que iluminam as pessoas na essência da consciência, mudando a maneira de pensar as coisas que nos envolvem. Todas as crianças que nascem tem a decisão de Deus e usa do sacrifício dos pais para gerar uma nova criatura.

Precisamos respeitar as decisões que DEUS Pai tem sobre nós. Saber compreender os caminhos que Ele traça sobre nossa existência. Não duvidar da sua vontade em nossa vida, pois muitas vezes ele usa da dor de algumas pessoas em detrimento da conversão de outras. Assim como aconteceu com Maria, que não teve uma vida fácil, pois desde a gestação até a ressurreição de Jesus foi marcada pela rejeição, perseguição e exclusão, mas soube caminhar conduzida pela vontade de Deus.

Saibamos reconhecer-nos como agentes da paz e transformadores de corações nos dispondo a amor as pessoas indistintamente e fazendo com que a luz de Jesus Cristo brilhe na consciência dos que se esqueceram dos pobres e indefesos. Orientando nossas vidas a presença do Espírito Santo entregando as nossas decisões a vontade de Deus pai que sabe responder e corresponder com os anseios de cada um de nós.

QUE O TEMPO DO NATAL SEJA PROVEDOR DE PAZ E LUZ PARA TODOS!

Comments


bottom of page