redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
banner-hanauer-PO.png
viatec.png
rm-energia.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
peixoto_instaladora.png
mecaninca jaime 1000x250.jpg
sicredi.jpg
WS ESCAVAÇÕES 1000x250.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Prisão por feminicídio em Tenente Portela


Foto/Divulgação: Polícia Civil

A Polícia Civil, através das Delegacias de Policia de Tenente Portela, Miraguaí e Três Passos, com apoio da Brigada Militar, prendeu na manhã desta terça-feira 28 de dezembro, um indivíduo de 60 anos de idade, contra o qual foi expedido mandado de prisão por sentença condenatória pela prática de crime de feminicídio.


O crime ocorreu em 22 de Janeiro de 2017, na residência da vítima e do autor, na RS 330, KM 04, em Tenente Portela. Na ocasião, a vítima com 29 anos de idade, foi agredida com uma tábua de cortar carnes. Após alguns dias hospitalizada, não resistiu às lesões e foi a óbito.


O autor do crime foi julgado pelo Tribunal do Júri em Tenente Portela, e recorreu da sentença, mas a pena foi ainda aumentada para 15 anos de reclusão em regime fechado, e desde então o individuo condenado ficou em local incerto e não se apresentou as autoridades.


Nesta terça, 28 de dezembro, a Policia Civil já se movimentava desde às 05 horas da manhã, averiguando possíveis esconderijos em Três Passos e Miraguaí, enquanto outra equipe monitorava a residência, onde o mesmo foi avistado pela manhã chegando em casa.


Ao chegar na residência para efetuar a prisão, o homem não abriu a porta da casa. Com o apoio da Brigada Militar, a casa foi cercada, e o Delegado de Policia substituto, Vilmar Alaídes Schaefer, representou ao Poder Judiciário por Busca e Apreensão.


Após a expedição do Mandado, os filhos do foragido e um representante da Ordem dos Advogados do Brasil intermediaram a rendição, que ocorreu duas horas após o início das negociações.


Ao ser preso se sentiu mal, e foi encaminhado ao hospital pela SAMU para atendimento, onde foi liberado logo após, para ser conduzido ao presidio de Três Passos. Fonte: Polícia Civil


4.090 visualizações0 comentário