redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
banner-hanauer-PO.png
viatec.png
rm-energia.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
peixoto_instaladora.png
mecaninca jaime 1000x250.jpg
sicredi.jpg
WS ESCAVAÇÕES 1000x250.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Presidente Jair Bolsonaro anuncia que recebeu alta hospitalar


O presidente Jair Bolsonaro (PL) divulgou nas redes sociais uma imagem informando que recebeu alta hospitalar na manhã desta quarta-feira (5), após dois dias internado na capital paulista.


O presidente deu entrada no Hospital Nova Star, na Zona Sul de São Paulo, na madrugada de segunda-feira (3), por conta de uma obstrução no intestino.


Nesta terça (4), foi descartada a necessidade de Bolsonaro passar por uma nova cirurgia. A obstrução no intestino se desfez, e ele pode iniciar uma dieta líquida.


O cirurgião Antônio Luiz Macedo, que acompanha o presidente desde 2018, chegou ao hospital nesta terça para avaliar Bolsonaro.


O especialista estava nas Bahamas quando soube da condição do presidente e aguardava um avião para voltar ao Brasil. Macedo foi o médico responsável pela operação após a facada que Bolsonaro levou.


Férias em Santa Catarina


Bolsonaro estava em férias em Santa Catarina e foi levado para São Paulo na madrugada de segunda (3) com suspeita de nova obstrução intestinal.


A passagem do presidente no Litoral de Santa Catarina foi marcada por passeios de motocicleta, de moto aquática, corte de cabelo, jogo na Mega da Virada, jantar em pizzaria e até uma visita a um parque onde se apresentou como piloto após show temático.


A rotina de férias rendeu críticas ao presidente por ele não ter interrompido o recesso para acompanhar a situação da Bahia, atingida por fortes chuvas.


Procedimentos


Desde que foi vítima de uma facada durante a campanha eleitoral de 2018, Bolsonaro já passou por quatro cirurgias em decorrência do episódio. Relembre no vídeo abaixo.


Ele também passou por outros dois procedimentos não relacionados ao ferimento: a retirada de um cálculo na bexiga e uma vasectomia.


Em julho, o presidente precisou ser hospitalizado devido a soluços persistentes.


Fonte: G1

Foto: divulgação

293 visualizações0 comentário