top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Palmitinho: Rio Guarita recebe 13 mil peixes de diversas espécies


Ocorreu na tarde da última, quarta-feira (21), a soltura de 13 mil alevinos no Projeto de Recomposição de Peixes do Rio Guarita.


O projeto é desenvolvido pela Administração Municipal, através da Secretaria do Planejamento e da Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente do Município, contando com o apoio da Câmara Municipal de Vereadores e de dezenas de voluntários, de Palmitinho.


Conforme o Secretário Municipal da Agricultura e Meio Ambiente, Evonir da Rocha, a iniciativa tem por objetivo devolver espécies que estão em extinção no Rio Guarita. – É um projeto inovador que conta com a participação de diversas pessoas que são admiradoras do Rio Guarita, onde o objetivo principal é devolver ao rio espécies que estão em extinção e que voltarão para o nosso rio, destaca.


De acordo com o Secretário do Planejamento e um dos idealizadores do projeto, Cleber Luis Sponchiado, trata-se de espécies nativas que passam a habitar o Rio Guarita a fim de auxiliar no repovoamento. – É uma iniciativa inédita que surgiu quando estávamos como Secretário da Agricultura e o projeto teve continuidade com o Secretário Rocha, além de ganhar o apoio de inúmeros voluntários. Hoje, temos a alegria de presenciar a soltura destas espécies que são devolvidas ao Rio Guarita, que é um orgulho para todos nós, palmitinhenses, destaca.


O Prefeito Municipal, Caetano Albarello, parabenizou a iniciativa e destacou a importância do Rio Guarita para o município. – O Rio Guarita é um patrimônio do nosso município e por isso da importância de preservarmos e mantermos as mais diversas espécies de peixes que dele fazem parte. A Administração Municipal parabeniza a todos os envolvidos neste projeto que muito representa para o nosso município, frisa.


De acordo com a Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente, o repovoamento proposto busca a reposição de alevinos no Rio Guarita, com a soltura de espécies nativas onívoras, carnívoras e detritívoras para que ocorra uma mistura ecológica equilibrada, sendo escolhidas: lambari, jundiá cinza, traíra e dourado.


Esta foi a primeira etapa do projeto que ocorre de acordo com a piracema de cada espécie. Sendo assim, uma nova remessa de alevinos será solta no Rio Guarita durante o mês de fevereiro, integrando a segunda etapa do projeto.

Fonte: Prefeitura de Palmitinho

Fotos: Dejair de Castro/Ascom


Commentaires


bottom of page