redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
banner-hanauer-PO.png
viatec.png
rm-energia.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
peixoto_instaladora.png
mecaninca jaime 1000x250.jpg
sicredi.jpg
WS ESCAVAÇÕES 1000x250.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Palmeira das Missões tem mais de 600 casos ativos de Covid-19


Palmeira das Missões tem mais de 600 pessoas com diagnóstico positivo para a Covid-19. O município alcançou a marca na segunda-feira, 17, além do número de mais de 5.400 casos confirmados da doença desde o início da pandemia, em 2020.


Segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde até esta quinta-feira, 20, o município contabilizava 639 casos ativos. Já o número de óbitos permanece estável em 104. Também não houve mudança no número de pacientes hospitalizados em leitos covid ou em UTI.


Ao longo da semana, foi intensa a movimentação de pessoas procurando atendimento com suspeita de ter contraído a doença, no Centro de Triagem Covid.


O cenário em todo estado do Rio Grande do Sul também é de alerta. A Secretaria Estadual da saúde divulgou somente na terça-feira, mais de 21 mil novos casos, a terceira maior quantidade de casos divulgados em um único boletim.


De acordo com a pasta, nos primeiros 20 dias do mês já foram reportados mais de 90 mil contaminações, fazendo com que janeiro de 2022 seja o nono mês com o maior número de casos registrados desde o início da pandemia.


O secretário de Saúde de Palmeira das Missões, Izaias Malheiros, faz um apelo à população, para que siga com os cuidados básicos e, principalmente, que realize a imunização contra a doença.


“O município de Palmeira tem uma boa cobertura vacinal, bom resultado que vem sendo observado na baixa procura por internações no Hospital de Caridade, tanto na Ala Covid como na UTI. Já é comprovado que a vacinação tem reduzido os sintomas nos pacientes vacinados e quem está internando em hospitais, em UTIs e indo a óbitos são pessoas não vacinadas”, relatou. A Secretaria está preocupada e investindo para que as pessoas que ainda não fizeram nenhuma dose de vacina, que procurem o serviço. A maior preocupação da Secretaria Municipal de Saúde é que, caso não sejam vacinadas, essas pessoas poderão se contaminar e adquirir a forma grave da doença. Também ressaltamos a importância de que as pessoas tenham o esquema vacinal completo, com todas as doses realizadas”, reforçou.


Na região


Assim como em Palmeira das Missões, os municípios da região também registraram aumento expressivo de casos. Esse aumento está refletido também nos dados do Projeto UFSM Detecta da UFSM Palmeira das Missões que, desde abril de 2020, vem realizando testes na região.


Segundo os gráficos do projeto, que mostram os números da pandemia, é possível observar um aumento significativo nas primeiras semanas de 2022.


Além do número de casos positivos, o número de testes realizados pelo projeto também aumentou. De acordo com a coordenadora, Terimar Moresco, somente na segunda-feira, 17, o projeto havia realizado cerca de 250 testes. Em dezembro de 2021 quando os números da pandemia estavam baixos em todo o Estado, aproximadamente 20 testes eram realizados por dia.


“Em relação aos dados, precisamos levar em consideração que não realizamos todos os testes Covid da região, pois muitas pessoas testam em farmácias, laboratórios e os municípios também têm feito muito teste rápido. Então, esses números são reflexos apenas das amostras que nos enviam”, disse.


Outro dado levantado pela coordenadora é o número de pessoas assintomáticos e positivas. “Na segunda-feira, tivemos quase 50% de testes positivos com muitas pessoas assintomáticos e contatos de pessoas positivas que também positivaram. Imaginamos que em outros pontos de testagem os dados também estejam parecidos”, relatou.


Fonte e foto: Tribuna da Produção

378 visualizações0 comentário