top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Palmeira das Missões estima prejuízo de R$ 67 milhões na safra de trigo após enxurrada

A chuva que atingiu Palmeira das Missões ao longo de outubro resultou em perdas expressivas na produção de trigo, uma das principais culturas do município. A estimativa do prefeito da cidade, Evandro Luís Massing (PT), é que o prejuízo na safra ultrapasse os R$ 67 milhões.


Segundo ele, a média de produtividade calculada para um cenário normal, nos 32 mil hectares plantados no município, seria de 60 sacas por hectare. Com o tempo adverso, porém, a produtividade deve cair para cerca de 40. Além da quantidade, a qualidade também pode ser diretamente afetada, o que impacta no preço.


Se antes cada saca valia uma média de R$ 62, com previsão de faturamento total de R$ 119 milhões (no município), com toda a chuva o preço fica em torno de R$ 40 e um faturamento que cai para R$ 51 milhões, para ter uma noção do impacto aqui em Palmeira das Missões — disse Massing.


Até terça-feira (17), havia chovido 429 milímetros, quase três vezes mais do que o volume esperado para todo o mês, de 157,6mm. A cidade está com situação de emergência decretada desde setembro e, de acordo com o prefeito, segue encaminhando documentações que possibilitem o envio de recursos para recuperar as vias públicas.


Neste mês, 15 famílias tiveram as casas atingidas pela água. Entre as ações, estão sendo realizadas limpezas de boca de lobo e desassoreamento de córregos para impedir alagamentos.


A Emater-RS/Ascar não informou o montante de prejuízos em Palmeira das Missões. No último informativo conjuntural, porém, publicado em 11 de outubro, o órgão afirmou que as condições climáticas desfavoráveis indicam estimativa de redução do potencial produtivo do grão no RS.


Fonte: GZH

Foto: Prefeitura de Palmeira das Missões


Commenti


bottom of page