top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Novo pedido de suspensão do julgamento do caso Boate Kiss

A Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou uma manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF) em que pede a suspensão do novo julgamento dos quatro acusados pelo incêndio na boate Kiss, ocorrido em 2013, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. As informações são do G1.


O novo julgamento foi marcado para o dia 26 de fevereiro de 2024 pelo Tribunal do Júri de Porto Alegre. O incêndio deixou 242 mortos e mais de 600 pessoas feridas.


A PGR argumenta que a suspensão deve valer até que a Suprema Corte analise um recurso contra a anulação do primeiro júri, que terminou com a condenação dos quatro réus.


Para a PGR, a suspensão deve ocorrer para evitar gastos financeiros com a preparação de um novo júri até que o STF se manifeste sobre os recursos existentes. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), nenhum réu no caso está preso.


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu manter a anulação das condenações dos quatro acusados pelo incêndio na boate Kiss. A decisão da Corte validou o entendimento do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) que anulou o júri, realizado em dezembro de 2021, por falhas no julgamento.


Fonte: Metrópoles



Σχόλια


bottom of page