PUBLICIDADE SANDRO ONLINE DAQUI.jpg
natal-feliz-banner.jpg
sacolao.png
oeste-pneus.jpg
viatec.png
rm-energia.jpg
loja-7.jpg
portela-engenharia-construcao.jpg
portela-automatiza.png
peixoto_instaladora.png

Ministério da Saúde anuncia dose de reforço da vacina contra covid-19 para toda população adulta


O Ministério da Saúde ampliou a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para toda a população acima dos 18 anos. A injeção extra poderá ser tomada após cinco meses da vacinação completa. O anúncio foi feito ontem, terça-feira (16) pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, juntamente com secretários da pasta.


“Com isso, nós vamos ter uma cobertura vacinal maior da nossa população e evitar o que está acontecendo em alguns países da Europa, por exemplo. Podemos ser um case de sucesso para enfrentamento de uma possível terceira onda da Covid-19”, afirmou Queiroga.


A terceira dose, até o momento, é aplicada apenas em idosos acima de 60 anos, profissionais de saúde e imunossuprimidos. Com a nova orientação, pessoas com mais de 18 anos podem receber o reforço em um intervalo de cinco meses após a segunda dose de AstraZeneca, CoronaVac ou Pfizer. Quem recebeu Janssen, que até então era de dose única, precisará observar um intervalo de 60 dias para fazer a segunda dose da própria Janssen e, partir dessa data, contar cinco meses para fazer a terceira dose.


Mais de 158 milhões de pessoas poderão tomar a dose de reforço, sendo 12,5 milhões já em novembro e 2,9 milhões em dezembro. No Rio Grande do Sul, 926 mil gaúchos estão aptos a tomar a dose de reforço neste mês, conforme dados do MS.


Procurada, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) ainda não se manifestou sobre a nova conduta. Já a Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre afirmou que não tem como ampliar agora a vacinação da dose extra.


“Estamos nos organizando, vendo estoques e quantas pessoas aptas a tomar dose três. A partir desses dados, será possível fazer algum anúncio”, afirmou a pasta.


A vacina a ser usada na injeção extra, preferencialmente, deve ser a Pfizer. Porém, também podem ser usados os imunizantes da AstraZeneca e da Janssen.


Além disso, o governo federal está anunciando uma campanha de vacinação para incentivar a busca da segunda dose da vacina covid-19. Mais de 20 milhões de pessoas estão com a aplicação atrasada. A campanha vai de 20 a 26 de novembro.


Fonte: Gaúcha ZH

Foto: divulgação

148 visualizações0 comentário