top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Marido de mulher que morreu após carro não parar sobre balsa é indiciado por homicídio culposo, em Mato Queimado

O marido de Fabiana Oliveira, que morreu após o carro onde estavam não parar sobre uma balsa e cair em um rio de Mato Queimado, no noroeste gaúcho, foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.


O caso foi em 26 de agosto de 2023. Fabiana, 36 anos, era a passageira do veículo conduzido pelo marido. À época, surgiu a suspeita de que a saída da balsa pudesse ter sido criminosa, o que não se confirmou. De acordo com o delegado Rogério Junges, responsável pela investigação, o que aconteceu foi um acidente.


— (Ele foi) indiciado por homicídio culposo de trânsito agravado pela embriaguez. O teste apontou a ingestão de bebida alcoólica. Inicialmente, para testemunhas, ele disse que houve um problema mecânico. Estava bastante abalado e, ao ser interrogado, permaneceu em silêncio — disse o delegado.


O Instituto-Geral de Perícias (IGP) atestou que não houve falhas mecânicas no carro. O homem responde pelo crime em liberdade. Caso seja condenado, pode ser preso por até oito anos.


Relembre o caso

Conforme o Corpo de Bombeiros, o incidente aconteceu por volta das 16h30min na localidade de Passo das Violas, no interior de Mato Queimado. Câmeras de segurança registraram o momento que o automóvel cai no rio.


Nas imagens, é possível ver o momento em que o carro avança em direção à balsa, ingressa na embarcação, mas, em vez de parar sobre ela, continua em movimento, atingindo o rio. Em alguns segundos, o veículo afunda.


O motorista do veículo, marido da vítima, conseguiu se salvar. Já a vítima, mulher dele e passageira do carro, não conseguiu sair do automóvel e morreu.


Fonte: GZH

Foto: Reprodução


1.977 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page