top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Mais uma família é encontrada morta dentro de casa em Porto Alegre


Três pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida na zona leste de Porto Alegre, por volta das 15h30min desta quinta-feira (28). O caso aconteceu na Avenida Bento Gonçalves, próximo à Antônio de Carvalho, no bairro Agronomia.


As informações preliminares dão conta que um policial militar da reserva teria atirado na esposa, no sobrinho e no filho— esse sobreviveu ao disparo, que teria atingido sua cabeça. Em seguida, o PM teria cometido suicídio. O crime teria acontecido dentro da casa onde os quatro moravam.


— A perícia foi realizada, e a princípio, se trata de um duplo homicídio, mais um homicídio tentado e um suicídio — afirmou a delegada Isadora Galian, da 1ª Delegacia de Homicídios da Capital, que ficará responsável por investigar o caso.

Baleado, o filho ainda teria conseguido sair da residência e avisado sobre o crime.


— Uma equipe da polícia esteve no local do crime, junto da perícia, e a outra no hospital. Ele descreveu de forma breve o que aconteceu. O pai estaria com uma dívida — explicou a delegada.

O comerciante Douglas Abreu, que tem um negócio na região, conta que viu o momento em que o rapaz desceu do segundo andar do edifício pedindo socorro.


— Ele desceu, pediu socorro. Disse que queria ajuda e que estava com bala na cabeça — conta Douglas.


Ele disse ainda que não ouviu nenhum som de disparo e que chegou a pensar que o jovem havia sido vítima de um assalto.


— Ficamos assustados quando vimos que ele estava sangrando.


Douglas afirmou que conhecia a família do policial militar da reserva há cerca de três anos.


— Nunca imaginaria — finalizou.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para encaminhar o ferido ao hospital. A Brigada Militar, o Instituto-Geral de Perícias e a Polícia Civil também estiveram no local.


Fonte: GZH

Foto: IGP



Commentaires


bottom of page