top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg

Inmet emite três novos alertas climáticos para o RS, válidos até quinta-feira

Três novos alertas climáticos foram emitidos pelo Instituo Nacional de Meteorologia (Inmet) para o Rio Grande do Sul. Os avisos, nas cores vermelho, laranja e amarelo, são para diferentes regiões do Estado e indicam diferentes níveis de perigo. Eles chamam atenção para o risco de chuva intensa ou tempestade e as validades variam entre a noite desta quarta-feira (17) e manhã de quinta-feira (18).


O alerta vermelho, emitido às 12h desta quarta-feira e válido até 12h de quinta, é para grande perigo de tempestade em municípios da Região Central, Fronteira Oeste, Região Norte, Região Metropolitana e Serra, pegando, também a Região dos Vales (Taquari, Rio Pardo e Paranhana).


O órgão avisa sobre a possibilidade de chuva superior a 60 milímetros por hora ou maior que 100 milímetros ao dia, rajadas de vento que se aproximam dos 100 km/h e queda de granizo — para fins de comparação, choveu cerca de 60mm na Capital durante tempestade da noite de terça-feira (16). O Inmet pontua, também, que há grande risco de danos em edificações, corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores, alagamentos e transtornos no transporte rodoviário.


Esse foi o cenário registrado em Porto Alegre e na grande maioria das cidades do Rio Grande do Sul entre a noite de terça-feira e manhã desta quarta, quando uma forte tempestade atingiu o Estado. Segundo os meteorologistas, a previsão é que a situação se repita, com intensidade semelhante.

Todas essas regiões que receberam o alerta vermelho, além da Capital e do norte de Santa Catarina, também recebem o alerta laranja, que sinaliza perigo, emitido às 10h de quarta e válido até as 10h de quinta-feira.


Por último, o alerta amarelo, de perigo potencial para chuvas intensas, abrange algumas cidades da metade sul do Estado, como Pelotas, Rio Grande, Bagé, Dom Pedrito, Alegrete e Uruguaiana, por exemplo. O Inmet chama atenção para a chance de chuva entre 20 mm/h ou até 50 mm/dia, o que é considerado um volume alto, mas é pouco comparado ao resto do Estado. Além disso, também há a possibilidade de rajadas de vento que variem entre 40 km/h e 60 km/h.


Os meteorologistas também avisaram que nessa parte do Estado, a situação desta quarta-feira não deverá ser tão preocupante. Nestas regiões, de acordo com o Inmet, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.


Fonte: GZH

Foto: Inmet / Divulgação

MB

Comentários


bottom of page