BANER PORTELA ONLINE NEGÓCIOS DAQUI.jpg
BANER PORTELA ONLINE 67 ANOS.jpg
redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
viatec.png
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Entra no grupo e receba as notícias do Portela Online - Clique aqui

whatsapp-logo-1.png

Empresa de SC consegue licença para importar diesel da Rússia e anima Planalto


A empresa Uptime Trading e Distribuição afirma que está em negociações finais para trazer diesel da Rússia após obter uma autorização de importação da ANP (Agência Nacional de Petróleo).


Segundo a companhia, o contrato de compra de 25 mil toneladas de combustível por mês ao longo de um ano já foi firmado com uma refinaria russa. E, no momento, resta conseguir apresentar as garantias para finalizar o negócio, o que deve acontecer em até 20 dias, segundo Eraldo Rosa, sócio da Uptime.


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (11), que está “quase certo” um acordo para trazer diesel russo ao país.


A autorização obtida pela Uptime animou o Palácio do Planalto, segundo um auxiliar presidencial a par das conversas. Segundo esse integrante do governo, a negociação chamou atenção do governo, que começou a trabalhar num plano para expandir as tratativas e firmar um acordo mais amplo com a Rússia. Ele cita algo similar ao que a Índia já faz, comprar petróleo refinado russo a preços baixos.


Brasil tem estoque de diesel para 50 dias sem importações, diz SachsidaObra de gasoduto que tornaria país autossuficiente em gás é paralisada, diz PetrobrasPetróleo volta a ser negociado abaixo de US$ 100 após cinco meses


De acordo com esse auxiliar, a preocupação de Bolsonaro e do governo é o abastecimento do mercado interno e esse aspecto é considerado mais importante do que eventuais críticas sobre o país furar as sanções a Vladimir Putin. No entendimento do governo, diversos países da Europa estão estabelecendo exceções de olho em seus interesses locais e o Brasil tem de usar a mesma régua.


A ideia é que em, no máximo 30 dias, o Brasil já tenha algo mais concreto e que, logo em seguida, já comece a importação, afirmou esse auxiliar presidencial.Segundo Eraldo Rosa, sócio da Uptime, as restrições no mercado financeiro impostas aos russos têm dificultado a concretização das tratativas, mas é uma questão de tempo para que o negócio seja fechado. “Creio que em 15, 20 dias finalizaremos tudo”, afirma. “Vamos direcionar o diesel para o mercado do Sul do país”.


Ele afirma que já vinha trabalhando há dois anos na autorização e não desistiu com a Guerra da Ucrânia. Rosa diz que não foi procurado diretamente por integrantes do governo, mas que está feliz com a fala de Bolsonaro. “Estou surfando a onda”, diz. Segundo o empresário, a Uptime está desde 2015 no mercado e agora pretende abrir de forma permanente a operação com o mercado russo.


As empresas associadas da Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis) não estão negociando com refinadores da Rússia diante das muitas dificuldades operacionais no momento, de acordo com Sérgio Araújo, presidente da entidade.A CNN procurou a ANP e aguarda manifestação.


Fonte: CNN

Foto: DieselPeter Cade / Getty Images

1.060 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo