top of page
cresol.jpg
IPTU 2024 - BANER PORTEL ON LINE.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
banner p.o.jpg
oeste pneus.jpg

Chuva de granizo é registrada em cidades do RS


Os temporais registrados entre o final da tarde e início da noite desta segunda-feira (15) causaram estragos e assustaram moradores de diferentes cidades do RS. Um dos municípios com situação mais crítica é em Rio Pardo, no Vale do Rio Pardo, onde chuva de granizo foi registrada e fez estragos.


No município, o granizo começou no final da tarde e, conforme moradores, atingiram vários bairros da cidade. A Defesa Civil Municipal ainda não tem balanço dos estragos, mas confirma o recebimento de várias ligações solicitando auxílio com lonas.


Já a Defesa Civil Estadual confirmou que já estão sendo encaminhadas lonas e cobertores para Rio Pardo.


O prefeito do município, Rogério Monteiro, confirmou a GZH que praticamente metade da cidade foi atingida pela chuva de granizo. Segundo ele, a Defesa Civil do município montou um posto no Batalhão do Corpo de Bombeiros para atender todos que precisam de auxílio.


— Estamos conseguindo ajuda de cidades vizinhas para distribuição de lonas. Por enquanto, ainda temos disponibilidade, mas quem puder nos ajudar com mais lonas, será bem-vindo — afirma o prefeito.


Porto Alegre também teve registro de granizo. Na Capital, as pedras começaram a cair por volta das 19h. Parte do forro da Associação Hospitalar Vila Nova, na Zona Sul, desabou devido à infiltração. O vazamento ocorreu no saguão da Emergência. Havia pessoas no local no momento do incidente. Conforme a assessoria de imprensa do hospital, ninguém se feriu.


Em Gravataí, a Estação de Tratamento de Água da Corsan ficou sem energia elétrica. A quantidade de árvores caídas na Estrada da Cavalhada na noite desta segunda era tanta que nem os responsáveis pela manutenção da RGE sequem conseguiam chegar ao local.


Em Eldorado do Sul, a Defesa Civil registrou chamados de todos os bairros. A estimativa preliminar é de que pelo menos cem casas tenham sido atingidas. O balanço completo será divulgado nesta terça-feira (16).


— Foi tudo muito rápido. O granizo veio com o vento forte. Recebemos muitas ligações de moradores desesperados — afirma o João Ferreira, coordenador da Defesa Civil do município.


Em Canoas, a Defesa Civil informou que há varias casas destelhadas — ainda não há balanço de quantas residências foram atingidas. Além disso, há fios, postes e árvores caídos.


Em Guaíba, a ventania derrubou uma árvore, que caiu sobre o km 132 da BR-116, deixando a pista obstruída. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), postes também caíram na BR-448.


Granizo também foi registrado em outras cidades do Estado, como São Jerônimo. Mas, até o momento, não há confirmação de estragos nesse município.


Falta de energia elétrica


O temporal deixou moradores de diversos pontos do Estado sem energia elétrica. Segundo a RGE, 260 mil clientes estavam sem energia elétrica às 22h30min, principalmente no Vale do Sinos, Vale do Taquari e Região Metropolitana.


A CEEE Grupo Equatorial afirmou, em nota, que equipes atuam para restabelecer o fornecimento de energia. Segundo a empresa, 78 mil clientes ficaram sem luz após a chuva de granizo com trovoadas, principalmente na Região Metropolitana e no Litoral.


Os municípios mais impactados, conforme a CEEE, são Viamão, Porto Alegre, Eldorado do Sul, Tramandaí, Osório, Santo Antônio da Patrulha e Imbé.


A Defesa Civil estadual emitiu, por volta das 19h30min, um novo alerta de chuva forte acompanhada de descargas elétricas, ventos de até 80 km/h e eventual queda de granizo pelas próximas 10 horas. O órgão afirma que, em caso de estragos, moradores devem ligar para 190 ou 193.


Fonte: GZH

Foto; Daniela Lemes / Arquivo pessoal / Rio Pardo

661 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page