redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
banner-hanauer-PO.png
viatec.png
rm-energia.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
peixoto_instaladora.png
mecaninca jaime 1000x250.jpg
sicredi.jpg
WS ESCAVAÇÕES 1000x250.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Carro é encontrado com corpos carbonizados no norte do Estado


As delegacias da Polícia Civil de Júlio de Castilhos, na Região Central, e de Sarandi, no norte do Estado, investigam conjuntamente dois casos que podem ser um só. Dois homens de Júlio de Castilhos foram dados como desaparecidos na quarta-feira (16) pela manhã.


À tarde, o carro em que Luiz Antonio de Mello Silveira, 46 anos, e Quelve Luiz Michelon, 29, saíram para ir até Sarandi, um Fiat Uno, foi localizado incendiado no município. Dois corpos foram encontrados carbonizados nos bancos traseiros do veículo. É aguardado o exame de DNA pelo Instituto-Geral de Perícia para fazer a identificação.


As investigações são comandadas pelo delegado Leandro Antunes, titular da Delegacia de Sarandi, já que foi no município que os corpos e o veículo foram encontrados. Em Júlio de Castilhos, cidade de origem do carro e onde foi registrado o sumiço dos dois homens, o delegado Adriano Winkelmann De Rossi ouve familiares dos desaparecidos.


Segundo apurado até o momento, Michelon contratou Silveira, que trabalha como motorista de aplicativo, para levá-lo até Sarandi. Eles saíram de Júlio de Castilhos em algum horário entre a manhã e logo após o meio-dia de terça-feira (15) e deveriam voltar no mesmo dia. A distância entre os dois municípios é de aproximadamente 215 quilômetros, o que daria uma viagem de três horas para ir e mais três para retornar. Como eles não voltaram até a manhã de quarta-feira e não se conseguiu contato com nenhum dos dois, familiares registraram o sumiço.


Conforme Antunes, o carro foi encontrado em chamas na localidade de Linha Aeroporto, no interior de Sarandi, por volta das 17h30min de quarta-feira. Embora seja aguardada a perícia para confirmar a identidade das vítimas carbonizadas, ele acredita que se tratem dos dois desaparecidos.


Ainda segundo o delegado de Sarandi, já há suspeita sobre o que pode ter acontecido. No entanto, não são repassados detalhes para não atrapalhar as investigações.


Fonte: GZH

Foto: Tua Rádio / BM / Divulgação



342 visualizações0 comentário