redefort supersacolao.jpg
banner p.o.jpg
banner-hanauer-PO.png
viatec.png
rm-energia.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
peixoto_instaladora.png
mecaninca jaime 1000x250.jpg
sicredi.jpg
WS ESCAVAÇÕES 1000x250.jpg
loterica 1000x250 (2).jpg
oeste pneus.jpg
cresol.jpg

Câmeras instaladas na BR-386 não estão sendo utilizadas na aplicação de multas de trânsito


É falsa a informação difundida através de um áudio repassado nos últimos dias através do aplicativo de mensagens WhatsApp, dando conta de que as câmeras de monitoramento que estão sendo instaladas ao longo da BR-386, no trecho entre Carazinho e Canoas, seriam utilizadas para aplicação de multas de trânsito. A informação falsa foi desmentida, tanto pela CCR Viasul, empresa concessionária que administra boa parte da BR-386, assim como pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que faz o monitoramento e segurança da estrada.


A assessoria da CCR Viasul informou que todos esses dispositivos são somente câmeras de monitoramento de tráfego, ou seja, atuam com o objetivo de auxiliar no monitoramento do fluxo, agilizando o atendimento aos usuários da rodovia. As câmeras não medem velocidade, por isso, não emitem multas, o que inclusive, não cabe à concessionária.


Já em relação aos controladores de velocidade, os mesmos ainda não estão em operação. A CCR ViaSul reforça aos usuários que, antes do início do funcionamento desses dispositivos, irá informar por meio da imprensa e de seus canais de comunicação oficiais.


Paulo Reni, chefe da 4ª delegacia da PRF, com sede em Lajeado, explica que as câmeras servirão para trazer também mais segurança para a comunidade, uma vez que serão utilizadas para o combate ao crime.


A assessoria de comunicação da PRF-RS relatou à reportagem da Rádio Alto Uruguai que o órgão ainda não possui acesso às imagens das câmeras, o que dependerá de assinatura de convênio ou acordo, incluindo, além da PRF e CCR Viasul, também a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) o que ainda não está definido.


Futuramente há possibilidade de que os agentes policiais rodoviários possam ter aceso às imagens em tempo real, além de readequação da rodovia com placas informando sobre o cercamento eletrônico no local. Por enquanto, as câmeras não possuem qualquer operacionalização para serem utilizadas com intuito de aplicação de multas.


Fonte: Rádio Alto Uruguai

Foto: Central de monitoramento da CCR Viasul/Divulgação


371 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo