top of page
cresol.jpg
RM banner 1000x250.jpg
sicoob.jpg
abegg.jpg
sicredi.jpg
IMG_7261.JPG
oeste pneus.jpg
banner p.o.jpg

Babá de 66 anos é presa suspeita de torturar bebê de oito meses em Ijuí


Uma mulher de 66 anos foi presa nessa quarta-feira, 25 de janeiro, por suspeita de torturar um bebê de oito meses enquanto trabalhava como babá em Ijuí, na região noroeste do Estado. O fato ocorreu em dezembro. Segundo a Polícia Civil, ela teria efetuado diversas agressões contra a vítima.


Os agentes analisaram imagens de segurança de dentro da casa que mostrariam a mulher em diferentes cenas de violência: jogando o bebê em direção ao berço, forçando a mamadeira contra ele, torcendo seus braços e pernas e atirando travesseiro no rosto da vítima. Os vídeos, não divulgados, foram vistos inicialmente pela mãe, depois de notar diversas marcas de agressão no filho. Ele chegou a ser levado ao hospital para fazer exames e passa bem.


O pedido de prisão preventiva foi feito ainda no mês passado e aceito nessa quarta pelo Poder Judiciário. Na decisão, o Juiz de Direito Eduardo Giovelli, titular da 1ª Vara Criminal de Ijuí, considera que os fatos são “repugnantes, vis, abjetos e que se revestem de especial gravidade”. A prisão ocorreu na casa da babá, que, ao ser interrogada, preferiu ficar em silêncio. Segundo o delegado Rodrigo Auler, responsável pela detenção, ela vinha prestando serviços à família ocasionalmente.

— Ela já havia trabalhado para os pais por três meses, quando a criança era recém-nascida. Depois, passou a ser chamada apenas ocasionalmente — afirma.

Apesar das provas apontarem para um episódio específico, a polícia considera a possibilidade dela ter praticado tortura em outras ocasiões que esteve com o bebê. A investigação também buscará informações de possíveis condutas semelhantes a essa em outras famílias para quem a mulher trabalhou.


Fonte: GauchaZH

471 visualizações0 comentário
bottom of page