Prorrogada pela justiça prisão temporária do Cacique Valdonês Joaquim

 

Suspeitos tiveram a prisão temporária prorrogada por mais 5 dias / Fotos: Divulgação PC

A pedido do Ministério Público (MP) a justiça deferiu o pedido de prorrogação da prisão temporária do vereador e Cacique da Reserva Indígena do Guarita, Valdonês Joaquim. O prazo começou a contar na última sexta-feira e se estende até a próxima quarta-feira, 15 de novembro.

Segundo ainda o MP, a prorrogação também é para Valdir Joaquim, pai do Cacique. Ele se entregou na última quarta-feira na Delegacia de Polícia em Três Passos. Como sua prisão venceu no domingo o novo prazo de prisão temporária encerra na próxima sexta-feira.

Eles são investigados pelo Ministério Público suspeitos de participação nos assaltos a duas agências bancárias da cidade de Miraguaí no mês de fevereiro. De acordo com o Promotor de Justiça, Guilherme Santos Rosa Lopes, a dupla teria propiciado a logística para os assaltantes, como por exemplo local para pernoitar, treinamento de tiro ao alvo, além do deslocamento por dentro da reserva.

Notícias Relacionadas

Cacique foi preso em decorrência dos desdobramentos dos assaltos aos bancos de Miraguaí

Foragido, ex-cacique se apresenta na polícia em Três Passos

Agências bancárias de Miraguaí são alvos de assalto

Testemunhas relatam assaltos a bancos ocorridos em Miraguaí

Internautas compartilharam diversos vídeos dos assaltos praticados em Miraguaí

Polícia Civil divulga fotos dos foragidos suspeitos de assalto as agências bancárias de Miraguaí

Veja os vídeos produzidos pelo site Portela Online:

Comente pelo Facebook

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA