Terremoto deixa mais de 330 mortos na fronteira entre Iraque e Irã

 

Reprodução/ Gulf News
Terremoto de 7,3 graus na fronteira entre o Iraque e o Irã fez mais de 300 mortos e milhares de vítimas

Um terremoto de 7,3 graus na escala Richter atingiu, na noite deste domingo, 12 de novembro, a região na fronteira entre o Irã e o Iraque . Nesta segunda-feira o número de mortos registrado na tragédia chegou a 334 e o de feridos chega a cerca de 4 mil.

terremoto foi registrado às 21h48 (15h48 no horário de Brasília) e teve epicentro localizado a 32 km a sudoeste da cidade iraquiana de Halabja (a cerca de 300 km a noroeste da capital Bagdá).

A maioria das vítimas estavam no Irã. Na província iraniana de Kermanshah, o número de mortos registrado chegou a 328, nesta segunda-feira, e o de feridos passou para 3.950, de acordo com a agência de notícias local Irna.

No Iraque, o tremor deixou seis mortos na província de Suleimaniya, que fica na região do Curdistão iraquiano. Cerca de 14 províncias iraquianas sentiram o tremor de terra.

Foram emitidos alertas em cidades de Israel e Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

“O objetivo agora é acelerar o envio de ajudas e as operações de socorro das pessoas soterradas nos escombros”, informou o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei.

A Turquia anunciou que o primeio comboio com ajuda humanitária já partiu para a zona do sismo. De acordo com o premier Binali Yildirim, a Defesa Civil Turca (Afad) enviou comida, remédios, 4 mil tendas de abrigo e 7 mil cobertores, além de profissionais médicos e de resgate.

tremor de terra foi sentido também no sudeste da Turquia, mas não provocou danos.

Tremores de terra no Irã

O país persa fica localizado em uma grande falha geológica e está suscetível a terremotos devastadores.

Em 2003, 30 mil pessoas morreram em um terremoto em Bam, na província de Kerman, no sudeste do Irã. Em 1990, cerca de 50 mil foram mortos em um tremor cujo epicentro ocorreu perto do Mar Cáspio.

* Com informações da Agência Ansa e IG.

 

Comente pelo Facebook

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA