Queda de granizo danifica residências em Santo Ângelo

 

Foto: Bruna Toledo

A chuva de granizo que atingiu a região das Missões e o Noroeste do Rio Grande do Sul na noite dessa quarta-feira, 11, provocou estragos em residências e lavouras de ao menos três municípios.

Conforme a Defesa Civil, ao menos 160 residências foram danificadas pelas pedras de gelo em Santo Ângelo, nas Missões. A Defesa Civil e os bombeiros ainda avaliam a extensão dos estragos e estão distribuindo lonas aos moradores. Apesar dos prejuízos, não há registros de famílias desabrigadas.

O coordenador do órgão na cidade, Adelar Cavalheiro, informou que o fenômeno no município foi rápido, mas intenso: — As pedras de gelo eram do tamanho de um ovo. Não foram muitas pedras, mas elas eram bem grandes. Até telhas de barro, que são mais difíceis de danificar, foram quebradas, destacou Cavalheiro.

Em Giruá e Sete de Setembro, o granizo causou maior impacto em propriedades da área do interior dos municípios. No município de Giruá, os bombeiros também já iniciaram a distribuição de lonas e avaliam que ao menos 10 residências na zona rural foram destelhadas. Lavouras também sofreram prejuízos e foram destruídas pela chuva.

Transtornos na Fronteira Oeste e no Noroeste

Foto: Divulgação / Defesa Civil

Entre a noite de terça-feira, 10, e a madrugada desta quarta-feira, 11, a queda de granizo também causou transtornos em municípios da Fronteira Oeste e do Noroeste. Até o momento, a cidade mais atingida é Porto Xavier, no Noroeste, onde a estimativa é de 450 imóveis danificados, entre eles prédios públicos como creches, escolas e posto de saúde. A prefeitura estuda decretar a situação de emergência.

Com informações de GaúchaZH

Comente pelo Facebook

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA