Laudo aponta que homem encontrado em rio de Boa Vista do Buricá foi asfixiado

 

O laudo da perícia da Polícia Civil, divulgado nesta terça-feira, 18 de abril, confirmou que Ednar Hubner, 57 anos, encontrado morto no rio Inhagorá, em Boa Vista do Buricá, foi asfixiado. Segundo a polícia, asfixia mecânica é quando há o impedimento da função respiratória, e isso foi a causa da morte do homem no último domingo. O corpo de Hubner foi localizado no rio na manhã de ontem.

Um adolescente de 17 anos é o principal suspeito e confirmou para polícia que aplicou uma gravata na vítima durante uma briga na madrugada do último domingo. Depois de deixar Hubner desacordado, ele teria pego o carro do homem e o levado até o rio, onde se desfez do corpo.

De acordo com a Polícia, a motivação do crime foi uma desavença entre o adolescente e a vítima. Hubner namorava a mãe do suspeito e não gostou de ver a mulher com outro homem durante uma festa no domingo. Ele teria ameaçado de morte o casal.

Notícia relacionada:

Adolescente é suspeito de jogar corpo do padrasto em rio após briga em Boa Vista do Buricá

Comente pelo Facebook

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA